quarta-feira, 1 de setembro de 2010

BANDIDOS TREINAM E USAM MENOR ARQUEIRO PARA LANÇAR CELULARES PARA DENTRO DO PRESÍDIO.

Adolescente é pego utilizando arco e flecha para lançar celulares a presos. Telefone atingiu um policial da guarda externa da Pasc - Correio do Povo, 01/09/2010

Um adolescente de 17 anos foi detido, na noite de terça-feira, depois de tentar lançar um telefone celular para o interior da Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc) utilizando um arco e flecha. O aparelho atingiu as costas de um policial militar que realizava a guarda em cima do muro externo da prisão mais rigorosa do Estado.

O soldado Vilson Manoel de Ávila trabalha há 18 anos na Pasc e disse nunca ter visto nada perecido. "Senti um forte impacto, achei que pudesse ser um tiro, mas achei a flecha caída com o telefone preso na ponta. Se não fosse o aparelho e as fitas utilizadas para prendê-lo, eu teria me ferido gravemente", contou. O lançamento foi feito a uma distância de quase 100 metros, de trás de uma cerca de contenção na área da prisão.

Logo depois de o soldado ser atingido, a Guarda da Pasc acionou o 28º Batalhão da Brigada Militar de Charqueadas. Os policiais cercaram o local e detiveram o adolescente em um matagal atrás da cadeia. O jovem, com antecedentes por roubo, utilizava uma touca ninja e estava com o arco que fez o lançamento. Depois do registro da ocorrência, ele foi entregue a familiares e deve responder processo em liberdade.

A polícia investigará a informação repassada pelo próprio adolescente de que outras lanças com telefones celulares teriam sido arremessadas com sucesso para dentro da penitenciária. Ele teria treinado por mais de um mês para realizar o serviço contratado por detentos. O jovem disse ter recebido R$ 1,5 mil. Do total, R$ 700 foi utilizado para comprar a arma.

Três pessoas que levaram o garoto ao local conseguiram escapar. O trio, armado com pistolas, estava em um Celta que não foi localizado pelo policiais. "Recebemos informações que esta quadrilha que escoltava o adolescente estava fortemente armada, realizamos buscas em toda a região, mas não conseguimos prender os suspeitos", informou o oficial de Serviço da Guarda Externa da Pasc, tenente Maurício Abrahão.

COMENTÁRIO DO BENGOCHEA - Utilizar celular dentro do presídio é punido com a lavratura do termo circunstanciado e menor lançando aparelhos para dentro do presídio é imune...

Um comentário:

Ana Fabiana disse...

é verdade que todo presidiário com filhos tem direito a uma bolsa enquanto estiver recluso ? Não pode ser verdade. Por acaso a familia do cidadão que foi morto, ou incapacitado por um delito recebe algo do governo ? Se tiver o carro roubado e for encontrado, recebe conta do guincho e do déposito (um absurdo, até parece que não se paga IPVA). ESTÁ NA HORA DE ACABAR COM DIREITOS HUMANOS PARA PRESOS, quer comida vai ter que trabalhar na prisão. O melhor seria que o estado acordasse e começasse a aniquilar os presos sem regeneração, é cruel, é, mas estamos sustentando Beira mares e Marcolas no presídio, e o gasto disso ? Tem de executar, o massacre do carandirú devia ser mensal, vamos ver se isso não ia diminuir a criminalidade, alguém acha que tem outra solução ?